Valorize-se
cri-01-01

Cada vez mais tem sido recorrente a importância de não só procurar uma oportunidade de trabalho, mas de como criar um negócio. Se por um lado, o trabalho garante segurança e estabilidade, por outro lado, a criação de um negócio faz com que tenhas que garantir estabilidade para o teu negócio e que assumas pontualmente o compromisso com a tua equipa.

Mas a questão da criação do negócio pode estar relacionada com a competitividade do mercado e cada vez menos oferta de oportunidade de trabalho, o que tem feito com que haja uma crescente consciencialização para o empreendedorismo.

Em relação a criação de um negócio a frase mais recorrente é: Para teres sucesso no negócio é preciso ter mais de 10 anos de experiência na área em que pretendes empreender ou que tenhas formação académica na mesma.

Ou seja, remete-nos a aquisição de conhecimento através da formação académica ou a experiência que deve ser adquirida em oportunidades de estágios e emprego que vão consolidar o conhecimento.

Se formos a história existem exemplos de empreendedores de sucesso que não têm o primeiro, nem o segundo requisito. Mas que tiveram um diferencial e que têm paixão ou algo distinto que fez com que tivessem sucesso nos seus negócios.

É importante perceber que existe um caminho no percurso profissional. Por norma começa na formação académica, segue-se para um estágio e para a primeira oportunidade de emprego. Durante este período ganha-se conhecimento, habilidades e experiência.

Mas não será suficiente para garantir que se pode empreender e que se terá sucesso.

Algumas das razões que podem constituir vantagem para criar o seu negócio são:

  • O sucesso está nas tuas mãos – a oportunidade de colocar em prática e validar as suas ideias e conhecimentos com o objectivo de fazer crescer o negócio.
  • És dono do teu tempo – uma das principais vantagens é sem dúvidas a autonomia. Mas por outro lado tem a ver com a disciplina e organização.
  • Escolhes a equipa – como líder, determinas quem faz parte da tua equipa e tens a capacidade de identificar e atrair talentos que vão contribuir para o teu negócio.
  • Ter a oportunidade de fazer o que gosta
  • Constante desenvolvimento – o aprendizado é constante e importante para que mantenha o diferencial, esteja a par das novas tendências e seja capaz de se manter no mercado.
  • Aumento da rede de contactos – a partilha e intercâmbio entre empresários é uma prática constante no mundo dos negócios.
  • Contribuição para a sociedade – além de levar novos produtos/serviços para o mercado, tens a oportunidade de criar emprego, contribuir para a economia e promover a tua imagem e do teu negócio.

Antes de decidires abrir um negócio garante que estás esclarecido/a em relação a questões como:

  • Qual o produto/serviço queres disponibilizar ao mercado;
  • Que tipo de empreendedor queres ser;
  • Quem é a tua concorrência, os clientes e questões relacionadas ao ambiente;
  • A importância da criatividade e inovação;
  • Qual a tua proposta de valor;
  • A que necessidade queres dar resposta.

E prepara-te para apresentares o teu produto/serviço para os teus clientes por forma a que imediatamente percebam os benefícios e que consigas persuadí-los a comprarem. Há aspectos que se devem ter igualmente em consideração, tais como:

  • Paixão pelo que se faz;
  • Comprometimento com o objectivo;
  • Domínio do produto/serviço que se propõe a oferecer;
  • Conhecer o mercado;
  • Capacidade de vender e persuadir;
  • Ter a proposta de valor sempre presente;
  • Capacidade de superação e ser persistente.

Para além dos factores que se referiram é importante que a opção de ter um trabalho ou de criar um negócio seja tua. E que seja algo que decidiste seguir pela paixão e que esteja relacionado ao teu propósito de vida, para que não seja uma tentativa de insucesso por estar a tentar “replicar” o sucesso de alguém.

One thought on “A Opção da Criação de um Negócio”

Deixe o seu comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *


*