Valorize-se
entre-01-01-01

WhatsApp Image 2016-12-14 at 09.25.19A minha primeira experiência profissional foi curiosamente um estágio na empresa Homens e Sistemas, uma pequena empresa de consultoria e não tinha mais que 6 colaboradores.

Foi tudo muito estranho, os alunos com base no perfil das notas escolhiam onde queriam ir e calhou-me a empresa Homens e Sistemas uma empresa que não conhecia, não sabia quais eram os serviços e foi tudo uma surpresa. Mas felizmente tive a oportunidade de ter um bom mentor que sempre esclareceu as minhas dúvidas e fez um bom acompanhamento.

No começo do estágio era um estagiário muito observador pois tinha de aprender a fazer as coisas depois de um mês era indistinto saber se eu era um estagiário ou um trabalhador como os outros colaboradores da empresa e sempre que tivesse tempo ia aos outros departamentos saber como as coisas funcionavam.

Eu desempenhava a função de recrutador, mas pela minha curiosidade sempre estava em outros departamentos onde aprendia coisas diferentes.

É fundamental ter um contacto com estágio para poder aprender, errar sem que seja penalizado “profissionalmente” e também poder associar os conhecimentos obtidos com a realidade na prática. E acredito que não estaria onde estou se não tivesse começado pelo estágio, porque o estágio é fundamental para nos tornar profissionais de sucesso e foi pelo estágio que aprendi a fazer as coisas devidamente organizadas.

O meu primeiro estágio não foi remunerado porque era um estágio de carácter académico e a empresa não tinha nenhuma obrigação em remunerar-me, as vezes por generosidade pagavam-me o bilhete de transporte, mas que também não era obrigação deles.

Os jovens actualmente olham para o estágio de uma forma material estão logo curiosos em saber se o estágio é remunerado ou não. Não olham para os valores que o estágio pode vir a trazer para a carreira profissional.

Celso Sitoi

Director de Recusos Humanos da BTM (Banco Terra de Moҫambique)

Slogan

One thought on “Estagiários de Sucesso | Celso Sitoi”

  1. Saudações
    Realmente a situação actual faz de muitos jovens (inclusive eu se calhar) olharem para os benefícios monetários quando se trata de estágio. Por um lado é a necessidade de custear as despesas para o deslocamento e por outro a pressão da família, depois de saber que já terminou de estudar, isto sem contar com as despesas pela própria vaidade da juventude.
    É necessário por parte alguma educação juvenil sobre este assunto, de modo a olharem para os reais benefícios de um estágio.
    Sem mais agradeço a contribuição

Deixe o seu comentário

O seu email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *


*